sábado, 20 de setembro de 2014

PILARES

Funciona mais ou menos assim: precisamos de uma estrutura para nos manter de pé, e firmes também.
Nossa vida é subdividida em vários setores, mas essencialmente são três, a família, o trabalho e o coração, esses três pilares nos fortalecem para prosseguir com nossas batalhas particulares.
Como todos os pilares a função destes não é diferente, nos dar sustentação, e quando fragilizados também se comportam como pilares tradicionais, se rompem e desestruturam, cedem, se estilhaçam e precisam de reparos. Por vezes até de substituição.
Já reparou que geralmente quando um de seus pilares não está legal a tendência é que o apoio seja buscado em outro?
Existem momentos na vida em que todos os nossos pilares ficam balançados, e por mais que busquemos encontrar em um ou em outro alguma força, não há socorro nesta hora.
A família, mesmo estando nos dias de hoje tão desvalorizada e corrompida, costuma ser o melhor esteio, é para lá que corremos quando tudo dá errado.
Quantas vezes buscamos no colo de nossos familiares consolo para nossas decepções amorosas, e até mesmo aquele desabafo a respeito do trabalho que não anda bem, o chefe que não dá paz, e assim por diante.
O amor é um pilar meio metido a besta, quando se tem o pilar do amor bem forte e bem robusto costumamos não enxergar a importância dos outros.
Precisamos destes três pilares para que tudo corra bem, devemos cuidar de cada um deles com o cuidado merecido, não deixando que nossas bases fiquem estremecidas nos deixando a eminencia de uma queda.
Cuide de sua família, cuide do seu lar, tenha sempre em mente que não se substitui certas coisas.
Se o trabalho não anda bem o pensamento é inverso, não se prenda a um pilar fraco, arriscando ruir coisas realmente importantes, este pilar sim pode e deve ser substituído sempre que não estiver a altura de suas pretensões.
Quanto ao amor, ah o amor, esse não há receitas, não há truques nem conselhos, cada um que cuide do seu pilar cor de rosa da maneira que lhe convir.
Esse pilar pode ser de aço e mesmo assim se apresentar em certo momento da vida condenado.
Existem também os que mesmo de isopor suportam todas as adversidades em sua missão, vai estar sempre ali.
Como eu já disse não há truques, mas vale sempre lembrar que seja ele como for, forte ou fraco, belo ou nem tanto, ele tem que ao menos existir, para não atrapalhar com sua ausência a estabilidade de suas emoções.
Se construa! Se destrua! Mas mantenha-se sempre de pé, ainda mais quando você for o pilar de alguém.


Angélica Marques